9 de janeiro de 2008

Federação do Irã elege novo presidente para evitar problemas com Fifa

A Federação de Futebol do Irã elegeu hoje Ali Kafashian como seu novo presidente, para evitar problemas com a Fifa.

Kafashian acabou como candidato único numa eleição que não contou com Mohammad Aliabadi, vice-presidente do Irã e que não contava com a simpatia da Fifa e da Confederação Asiática de Futebol (AFC).

A entidade que rege o futebol mundial ameaçou suspender a seleção do país por interferência do Governo. A votação estava prevista para 6 de dezembro, mas foi adiada para hoje porque a Fifa comunicou que não reconheceria o resultado se a disputa se mantivesse com estes candidatos.

Aliabadi desistiu de tentar o cargo no mês passado, a pedido do presidente do país, Mahmoud Ahmadinejad. Shahrokh Shahnazi, outro candidato do Governo, também renunciou ontem, o que permitiu a Kafashian se eleger sem concorrência.

A primeira missão do novo presidente da federação iraniana é escolher um técnico para a seleção, que estréia nas Eliminatórias Asiáticas à Copa do Mundo de 2006 no próximo dia 6 de fevereiro contra a Síria, em Damasco.

A direção interina propôs o português Artur Jorge como novo técnico, mas Kafashian disse hoje que ainda não há nada decidido.

Fonte: Yahoo! Esportes

Um comentário:

Yuri disse...

Que palhaçada!
1º do governo irãniâno em querer controlar o futebol.
2º da FIFA que faz este controle ( tem o futebol mundial nas mãos) fazendo assim uma mega empresa onde retiram milhões para os seus cofres particulares.